147.456 processadores simulam o cérebro de um gato

Cntistas da IBM juntamente com o Lawrence Berkeley National Lab estão envolvidos no projecto onde o objectivo principal é simular um cérebro humano, mas como não se pode comessar pelo mais dificil, tem que haver uma evolução, e para tal, estão simulando o córtex cerebral de um gato doméstico.

A empresa anunciou durante a conferência SC09 que conseguiu um grande avanço rumo à criação de um computador que pode simular o cérebro de um organismo vivo com habilidades de percepção, ação, interação e cognição.

Para conseguir este feito o Blue Gene (nome do supercomputador da IBM) possui 147.456 processadores, 143 terabytes de memória RAM, 1 milhão de watts e 6.675 toneladas em aparelhos de ar condicionado. Tudo isto dentro de uma “pequena sala” com mais de 4.000 metros quadrados, parece uma quantidade enorme de hardware para replicar “apenas” o cérebro de um gato, mas considerando que o computador tem que replicar 10 trilhões de sinapses em 1 bilhão de neurônios, a IBM precisa de toda a potência que puder conseguir.

Os cientistas conseguiram fazer a primeira simulação “quase em tempo real”, mais mesmo com todo este hardware, a simulação não chega a ser uma verdadeira inteligência artificial. O computador está apenas rastreando o modo como a atividade cerebral do gato flui e como os pensamentos são formados, e a simulação está sendo executada em uma velocidade bem menor – cerca de 100 a 1.000 vezes menor do que no atual cérebro do animal.

Publicado em Ciência
2 comentários sobre “147.456 processadores simulam o cérebro de um gato
  1. Fernando disse:

    Poxa, que massa isso! Mas ainda é complexo… tanto trambolho pra dar um simples miado! Mas vale a pena as espectativas! Abraços

  2. Suzart disse:

    Gente, tem de começar com um gato fêmea… aí fica mais fácil simular… rsrsrs 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

This blog is kept spam free by WP-SpamFree.