Por que usar PHP?

By | 24 de fevereiro de 2009

Your ads will be inserted here by

Easy Plugin for AdSense.

Please go to the plugin admin page to
Paste your ad code OR
Suppress this ad slot.

image

 

O PHP é, assim como Java e .NET, uma linguagem de programação e uma plataforma global com uma sintaxe bastante parecida com C, Shell, PERL e Java, sendo Software Livre, distribuído sob uma licença na qual os usuários não são obrigados a publicar seu código.

A portabilidade é uma das maiores vantagens do PHP, possibilitando sua instalação em vários Sistemas Operacionais como: Windows, Linux, Unix, IBM iSeries, SGI IRIX, RISC OS, Netware Novell, Mac OS X e AmigaOS.

Segundo a NetCraft, o PHP é utilizado em um a cada três sites na Internet. Ou seja, mais de 20 milhões de domínios. 35% da Internet roda PHP.

Uma das maiores plataformas do mundo é o Yahoo, que utiliza PHP e chega a receber 150 mil visitantes simultaneamente.

Com PHP é possível desenvolver:

  • Aplicações Web Dinâmicas(websites, intranets, extranets, etc.)
  • Aplicações Desktop(PHP-GTK e PHP4Delphi)
  • Rich Clients(PHP-XUL)
  • Web Services(SOAP, XML-RPC, REST)
  • Scripts de linha de comando
  • Tarefas de segundo plano

O PHP usa duas sintaxes. Uma é procedural e a outra é orientada a objetos.
A procedural é utilizada por webmasters que trabalham na interface com o usuário.
Já a sintaxe Orientada a Objetos é, propositalmente similar ao Java e C#, com o objetivo de reduzir os custos com treinamento e encorajar a migração para o PHP.

O PHP pode instanciar objetos COM, .NET e JAVA, além de disponibilizar mecanismos para comunicação com todos os principais bancos de dados relacionais, assim como com LDAP, XML, Web Services, Lotus Notes, SAP, entre outros.

Disponível para a maioria dos sistemas operacionais, o PHP funciona da mesma maneira que a Maquina Virtual do Java(JVM). Após desenvolver a aplicação, ela irá funcionar imediatamente, sem a necessidade de recompilar, independente de qual sistema operacional está sendo utilizado.

A durabilidade de uma tecnologia depende principalmente da quantidade de usuários. O PHP é utilizado por mais de 4.500.000 desenvolvedores no mundo, fazendo com que sua comunidade seja extremamente forte e atuante.

 

 

 

O PHP tem uma grande performance e estabilidade. A combinação Linux/Apache/PHP é muito forte.

Os pontos citados acima resultam em um rápido retorno do investimento. Isso é possível graças à ausência de custos com licenças, pequeno custo com treinamentos, entre outros

Your ads will be inserted here by

Easy Plugin for AdSense.

Please go to the plugin admin page to
Paste your ad code OR
Suppress this ad slot.

Arquitetura Técnica
Na maioria das vezes o PHP é utilizado com:
– Um servidor Web: Apache ou Microsoft IIS
– Um SGDB(Banco de Dados): MySQL, PostgreSQL, Oracle, SQL Server, etc

Mecanismo Interno
O núcleo interno do PHP 5 é o Zend Engine 2. O PHP é feito com uma arquitetura modular, e utiliza os mesmos conceitos do Java e .NET. Um pré-compilador compila o código e envia para a execução em tempo real.
Essa arquitetura permite que engenheiros utilizem ferramentas de otimização(opcode cache).

É possível diminuir o tempo de execução de um script em até 66%. Além disso, o PHP oferece uma API para que seja possível estender suas funcionalidades com módulos adicionais.
Esses módulos permitem uma conexão com um banco de dados ou LDAP, executar componentes Java ou COM, conversar com Web Services utilizando SOAP, entre outros.

O PHP pode ser automaticamente atualizado através do PEAR e PECL.
Independente da interface utilizada, a execução sempre segue o mesmo processo. Primeiramente, o script PHP é interpretado pelo núcleo. É nesse ponto que o PHP vai, por exemplo, conectar com o banco de dados. Depois disso, o fluxo é transmitido para o servidor Web ou o servidor GTK para que seja enviado ao cliente final.

O repositório de classes PEAR oferece mais de 300 componentes adicionais, que são simples de instalar e atualizar com um único comando.

Cerca de 40% dos custos de desenvolvimento estão na integração de aplicações ou fontes de dados. Para reduzir esses custos, o PHP pode conectar diretamente com a maioria dos bancos de dados(Oracle, SQL Server, MySQL, dBase, ODBC, XML, etc.), diretórios(LDAP, etc.), sistemas de pagamentos online(Verisign, Cybercash, Realex, etc.) e protocolos(SMTP, IMAP, FTP, HTTP, TCP, SSH, etc.).

O PHP é o campeão no quesito de integração de baixo nível. A plataforma pode facilmente instanciar objetos COM, classes Java e .NET. PHP 5 com SOAP tem uma camada de alto nível para ler ou criar Web Services.

Graças a habilidade de trabalhar bem com COM e Java, PHP está se tornando um padrão no gerenciamento da camada gráfica de aplicações que utilizam múltiplas linguagens de programação. Por exemplo a Lufthansa(Uma das maiores empresas de transporte do mundo) utiliza PHP para exibir a interface visual, e J2EE para a camada de negócios.

Após 10 anos de vida, o PHP construiu um grande ecossistema. Algumas ferramentas tornam o desenvolvimento mais fácil e rápido.

A comunidade de Software Livre vem produzindo aplicações empresariais há vários anos. Essas aplicações ajudam empresas a encontrar suas necessidades.

Segue uma lista de exemplos.

Como a plataforma PHP atualmente domina a Internet, é muito importante ter acesso a um grande número de recursos, empresas e desenvolvedores.
A Zend oferece uma certificação para desenvolvedores PHP, que certifica que um Engenheiro PHP é totalmente treinado, experiente e utiliza as melhores práticas.

No Brasil a comunidade do PHP é muito grande. O PHP Brasil Comunidades é composto por vários grupos regionais.

Em vários anos o PHP teve poucos avisos de segurança. Utilizado com o Linux e Apache, o resultado é a plataforma mais segura para a Internet.
Como seu código fonte está disponível e está constantemente sendo melhorado pela comunidade, é a melhor tecnologia para proteger informações importantes e confidenciais.

Não é a toa que empresas consagradas como Yahoo, Facebook, Wikipédia que recebem milhões de acessos diários escolheram o PHP!

 

Fonte: Irish PHP Users Group, Poomax.

One thought on “Por que usar PHP?

  1. ex-usuário de php

    Parabéns por defender o PHP com bons argumentos técnicos. Os outros posts que eu vi que tentaram fazer isso, estragaram ainda mais a imagem do PHP por terem dito muitas abobrinhas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *